Ciências Econômicas – Tudo que você precisa saber sobre essa profissão.

A ciência econômica permite que os intérpretes das tendências econômicas globais e nacionais prevejam o impacto das mudanças econômicas gerais em grupos e setores específicos, estudando a produção, distribuição e consumo de bens e serviços.

Os economistas estudam a flutuação da produção, a oferta de trabalho, o mecanismo financeiro da economia, a relação econômica com o exterior, a forma de competição entre as empresas e suas leis e regulamentos.

Portanto, eles podem preparar relatórios, formular estratégias de ação, realizar a divulgação da situação e fazer previsões sobre o futuro do ponto de vista econômico.

Os formados nesta área darão suporte para a construção e preservação do patrimônio pessoal da empresa ou poder público e desenvolverão planos para a construção e preservação desse patrimônio.

Devido à sua versatilidade, pode operar em entidades privadas, órgãos municipais, estaduais e federais, e até de forma independente.

Portanto, este curso de graduação inclui disciplinas como matemática financeira, estatística e econometria, além de disciplinas relacionadas ao pensamento econômico e à evolução econômica, social e histórica no Brasil e no exterior.

São áreas de atuação de Ciências Econômicas:

  • Comercio internacional;
  • Área de pesquisa;
  • Área de perícia;
  • Economia ambiental;
  • Mercado financeiro;
  • Mediação e arbitragem;
  • Planejamento estratégico;
  • Políticas públicas.

Principais atividades desse profissional

  • Formular políticas econômicas para a empresa no contexto de mercado;
  • Soluções de pesquisa para os problemas econômicos urgentes da empresa;
  • Diante das novas regras impostas pela economia, pesquisar e analisar o comportamento dos produtos, comerciantes e consumidores;
  • Estabelecer um plano para equilibrar as receitas e despesas dos diferentes departamentos da empresa e efetivamente controlá-los em uma posição favorável;
  • Analisar a produção de commodities e distribuição de aluguel para resolver o problema de escassez de recursos.

Mercado de Trabalho para os profissionais de Ciências Econômicas

No mercado financeiro, os economistas podem agir realizando avaliações econômicas e elaborando planos.

Nos campos do agronegócio, indústria e comércio, são essenciais para cuidar das finanças e encontrar novos negócios, enquanto nas empresas menores, podem controlar finanças, tesouraria ou recursos humanos para administrar salários.

No setor público, os formados em ciências econômicas atuam em órgãos governamentais e no Banco Central (BNDES). Outra opção sempre relevante é no campo acadêmico, onde podem se dedicar a trabalhos de pesquisa.

Os economistas são especialistas neste trabalho. À medida que a população pressiona cada vez mais a transparência corporativa, essa área deve aumentar.

O curso superior de formação em ciências econômicas tem duração de 4 anos e o profissional tem salário médio de R$ 1.485,54 a R$3.992,75. Os valores tendem a variar de empresa para empresa e de projeto também, visto que os economistas podem atuar como autônomos.

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *